• TREKANTX

#WORLDBOOKDAY: Livros que amamos

Atualizado: 5 de Jun de 2019


Só Garotos

Por Patti Smith


Só Garotos, Patti Smith. Editora Companhia das Letras.

Gênero: Memórias

Ano de Publicação: 2010

Sinopse: Just Kids (Só Garotos) é o primeiro livro de memórias escrito por Patti Smith, influente cantora punk, sobre seu relacionamento com Robert Mapplethorpe. Vencedor do National Book Award em 2010 na categoria de não-ficção, o livro desde o seu lançamento vem recebendo críticas positivas. Prestes a morrer, Robert Mapplethorpe pediu para que Patti Smith escrevesse um livro sobre a relação dos dois. A partir dessa promessa, surgiu o Só Garotos. Neste livro de memórias, Patti Smith relata desde o seu nascimento em 1946, até à morte de Robert em 1989. Tendo como foco principal a sua amizade com Robert, Patti relata nas primeiras páginas a sua infância difícil em Chicago e de como sua vontade por liberdade fez com que se mudasse para Nova York na primavera de 1967. Essa mudança fez com que a vida de Patti se transformasse bruscamente ocasionando um dos momentos mais difíceis de sua vida, no qual teve que dormir na rua. Em meio a tanta dificuldade, Patti conhece Robert e o encontro entre os dois faz a vida tanto de Patti quanto de Robert mudar e é a partir desse acontecimento que o leitor imerge na vida de ambos e na caótica Nova York dos anos 60.





O Conto da Aia

Por Margareth Atwood


O Conto da Aia, Margaret Atwood. Editora Rocco.

Gênero: Romance Distópico

Ano de Publicação: 1985

Sinopse: Escrito em 1985, o romance distópico O conto da aia, da canadense Margaret Atwood, tornou-se um dos livros mais comentados em todo o mundo nos últimos tempos, voltando a ocupar posição de destaque nas listas do mais vendidos em diversos países. Além de ter inspirado a série homônima (The Handmaid’s Tale, no original) produzida pelo canal de streaming Hulu. A ficção futurista de Atwood, ambientada num Estado teocrático e totalitário em que as mulheres são vítimas de opressão, tornando-se propriedade do governo, e o fundamentalismo se fortalece como força política. Com esta história, Margaret Atwood leva o leitor a refletir sobre liberdade, direitos civis, poder, a fragilidade do mundo tal qual o conhecemos, o futuro e, principalmente, o presente.









Outros Jeitos de Usar a Boca

Por Rupi Kaur


Outros Jeitos de Usar a Boca, Rupi Kaur. Editora Planeta.

Gênero: Poesia

Ano de Publicação: 2014

Sinopse: O primeiro livro de Kaur é uma antologia intitulada Milk and Honey (no Brasil, Outros Jeitos de Usar a Boca). Uma antologia de poesias, prosa e ilustrações, o livro é dividido em quatro capítulos, cada um com um tema diferente. A seções estão intituladas "the hurting" (a dor), "the loving" (o amor), "the breaking (a ruptura)", e "the healing" (a cura). Milk and Honey foca em temas como amor, perda, trauma, violência, feminilidade e cura.

















Me Chame Pelo Seu Nome

Por André Aciman


Me Chame Pelo Seu Nome, André Aciman. Editora Intrínseca.

Gênero: Romance, Drama

Ano de Publicação: 2007

Sinopse: Livro que inspirou o filme dirigido por Luca Guadagnino, aclamado nos festivais de Berlim, Toronto, do Rio, no Sundance e ganhador de melhor roteiro adaptado no Oscar de 2018. A casa onde Elio passa os verões é um verdadeiro paraíso na costa italiana, parada certa de amigos, vizinhos, artistas e intelectuais de todos os lugares. Filho de um importante professor universitário, o jovem está bastante acostumado à rotina de, a cada verão, hospedar por seis semanas na villa da família um novo escritor que, em troca da boa acolhida, ajuda seu pai com correspondências e papeladas. Uma cobiçada residência literária que já atraiu muitos nomes, mas nenhum deles como Oliver. Elio imediatamente, e sem perceber, se encanta pelo americano de vinte e quatro anos, espontâneo e atraente, que aproveita a temporada para trabalhar em seu manuscrito sobre Heráclito e, sobretudo, desfrutar do verão mediterrâneo. Da antipatia impaciente que parece atravessar o convívio inicial dos dois surge uma paixão que só aumenta à medida que o instável e desconhecido terreno que os separa vai sendo vencido. Uma experiência inesquecível, que os marcará para o resto da vida. Com rara sensibilidade, André Aciman constrói uma viva e sincera elegia à paixão, em um romance no qual se reconhecem as mais delicadas e brutais emoções da juventude. Uma narrativa magnética, inquieta e profundamente tocante.





Entre Umas e Outras

Por Julia Wertz


Entre Umas e Outras, Julia Wertz. Editora Nemo.

Gênero: HQ

Ano de Publicação: 2016

Sinopse: Nesta inebriante graphic novel autobiográfica, Julia Wertz (criadora da cultuada HQ The Fart Party) documenta o ano em que decidiu ir embora de São Francisco, sua cidade natal, para ganhar as ruas desconhecidas de Nova York. Mas não se engane: esta não é aquela história manjada de redenção da jovem que supera todas as adversidades ou bobagens desse tipo. É um livro pra lá de engraçado às vezes incisivo, é verdade , repleto de ilustrações divertidas, de um humor ácido e de muita autodepreciação. De quadrinho em quadrinho, Wertz passa por quatro apartamentos toscos, sete empregos sofríveis, problemas familiares, viagens fracassadas e uma infinidade de garrafas de uísque.

0 visualização

TREKANTX / 2020 © 

CNPJ: 28.788.601/0001-20

Recife, PE - Brasil 

Sobre        Informações        Entrega        Troca e devolução        Tabela de Medidas        Contato